Cape Cruiser

Sagres – Algarve


A Cape Cruiser existe desde 2003 e é a única empresa sediada em Sagres a oferecer um vasto leque de serviços através de uma equipa experiente e dinâmica.

Mais informações, ligue: +351 919 751 175

Observações responsáveis

Caracterizamo-nos por ser uma empresa responsável, sendo assim temos o máximo de respeito por todas as espécies e durante as nossas saídas tentamos causar o mínimo de impacto possível no ambiente marinho.

A Observação de Cetáceos requer o cumprimento de regras bem definidas em Diário da República. De forma a facilitar o seu entendimento segue-se um pequeno resumo dos pontos que nos parecem de maior relevância.

Baseado no Decreto-Lei n.º 9/2006, de 6 de janeiro:
Define-se como “Observação de cetáceos” o ato de observar cetáceos em estado selvagem, conduzido a partir de uma plataforma (neste caso embarcação).

Regras de aproximação das embarcações:
- Considera-se que uma embarcação está em manobras de aproximação activa quando se encontra a uma distância de 300m dos cetáceos.
- Deve-se vigiar a aproximação de outros cetáceos e a sua movimentação.
- Manter um rumo paralelo e pela retaguarda dos cetáceos, de modo que estes tenham um campo livre de 180° à sua frente, definidos pelo rumo da sua deslocação.
- Evitar mudanças bruscas de direção e sentido no rumo por parte das embarcações.
- Não exceder a velocidade de deslocação dos cetáceos.

Regras de observação:
- O tempo máximo de observação de um grupo de cetáceos é de 30 minutos, sendo inferior se os animais mostrarem sinais de stres ou perturbação.
- Quando os cetáceos se encontram a menos de 30m da embarcação esta não pode exceder a velocidade de 3 nós.
- No fim do tempo de observação as embarcações devem afastar-se pela retaguarda do grupo de cetáceos.
- É proibida a presença de mais de 3 embarcações num raio de 100m.
- As embarcações devem deslocar-se paralelamente entre si, num sector de 60º à retaguarda dos cetáceos.

Em Portugal continental é proibido:
- Perseguir e provocar a separação do grupo de cetáceos.
- Alimentar e tocar nos cetáceos.
- Utilizar a marcha à ré junto de um grupo de cetáceos.
- A natação ativa e mergulhar com cetáceos (A presença de mergulhadores com escafandro autónomo ou semi-autónomo, assim como a utilização de sistemas
motorizados de deslocação subaquática).

Para mais informações ou esclarecimentos fale com um dos nossos biólogos marinhos e para uma leitura mais detalhada do decreto de lei consulte: www.icnf.pt/portal/turnatur/ativ/cetaceos


Parceria com a AIMM

A nossa parceria com a AIMM - Associação de Investigação do Meio Marinho consiste em ceder as nossas embarcações como plataformas de observação e na partilha dos dados científicos sobre os cetáceos tendo em conta o número de indivíduos, o seu comportamento, as coordenadas de localização, a direção em que se deslocam, entre outros.

Esta recolha detalhada permite um trabalho de investigação com maior precisão e rigor.

Durante o avistamento o biólogo tem a missão de fotografar as barbatanas dorsais e caudais dos cetáceos a fim de se proceder à foto-identificação.

A foto-identificação é um método não invasivo de diferenciação individual das espécies de cetáceos que ocorrem na nossa zona de observação. È uma ferramenta científica que pode ser aplicada em diferentes espécies e assim compreender melhor os parâmetros populacionais, migratórios, comportamentais, ecológicos e biológicos destes animais. Esta técnica consiste em fotografar as marcas, cortes e cicatrizes, permanentes ou não, que os golfinhos e baleias adquirem ao longo da sua vida. Tal como o padrão de pigmentação e formatos das barbatanas. Serve para uma posterior comparação com outras observações da zona onde foi registada tal como com catálogos de outras áreas possíveis de haver uma comparação positiva. www.aimmportugal.org

Parceria com a APECE

Existe uma profunda preocupação pelo futuro incerto dos nossos mares e dos animais mais magníficos da vida marinha – os Tubarões - devido à pesca excessiva e destruições de habitats observadas por todo o mundo.

Para não contribuirmos para o declínio das populações de espécies de tubarões no Algarve, promovemos a pesca do tubarão pelo método “marcação e libertação”. Significa isto que todo o espécime capturado é libertado com vida ao seu meio natural. Apenas terá tempo para tirar a sua fotografia .

Desta forma podemos participar e contribuir para a preservação dos tubarões na nossa costa. Este importante contributo para a investigação consiste na recolha de dados tais como: sexo, medidas, fotografar marcas distintas, coordenadas de localização e na sua marcação com equipamento fornecido pela NOAA - USA.

Todos estes dados permitem um maior conhecimento e aumento da informação sobre estes animais junto da APECE - Associação Portuguesa para o Estudo e Conservação de Elasmobrânquios (www.apece.wordpress.com).

As espécies mais comuns de serem observadas em Sagres são: o Tubarão Azul (Tintureira), o Tubarão Anequim , o Tubarão Martelo e o Tubarão Frade.

Parceria com a WCA

Desde 2014 a Cape Cruiser orgulha-se em ser parceiro da WCA ( World Cetacean Alliance) – uma aliança mundial que visa a preservação e conservação dos golfinhos, baleias e botos e dos seus habitats naturais.

A cooperação entre os atuais parceiros vindos de diferentes pontos do globo consiste em desenvolverem iniciativas conjuntas para compartilhar dados científicos, desenvolver novos padrões para a observação responsável de baleias e observação de golfinhos e ajudar empresas a melhorarem os seus métodos de trabalho fornecendo soluções sustentáveis.

Outro objectivo é informar e incentivar os turistas a se envolverem na questão das redes fantasmas e do emaranhamento.

Ser parceiro da WCA é estar focado em elevar os nossos padrões como empresa de observação de golfinhos e baleias de uma forma responsável, tornar esta observação uma aprendizagem educacional prestando informação sobre as espécies, as regras de aproximação aos animais e como podemos ser mais ativos em reduzir a nossa pegada no meio ambiente. Devemos ainda informar sobre a nossa participação nos projectos científicos, colaboração com outros parceiros e os resultados obtidos. Para uma informação mais detalhada sobre a aliança mundial de cetáceos consulte: www.worldcetaceanalliance.org

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.